investir-em-consorcio

10 motivos para investir em consórcio em 2022

Muitas  pessoas sonham em ter uma casa própria, um carro, um caminhão ou uma moto, e sabem que investir em consórcios é uma excelente oportunidade de alcançar.

Isso porque comprar bens pode ser uma dificuldade para quem não possui renda alta. Além disso, pagar à vista pode ser fora da realidade e os financiamentos podem oferecer juros muito altos, que fazem o preço final aumentar. Por isso, os consórcios se mostram uma boa opção.

Existem muitos outros motivos para investir em um consórcio. Neste artigo, separamos dez motivos para você. Confira!

10 motivos para investir em consórcio

O consórcio é um grupo de pessoas com um interesse em comum, que se juntam para poupar dinheiro e, ao final, adquirem um bem ou serviço. Quem faz parte do consórcio paga parcelas neste fundo comum e, dessa forma, promove o autofinanciamento.

Todos os meses, um ou mais consorciados são contemplados com a carta de crédito. Além disso, é possível também aumentar as chances de ser contemplado com o lance de consórcio. Com essas facilidades, essa modalidade se mostra uma boa opção para adquirir bens de valor alto, como veículos e imóveis.

Veja abaixo motivos para investir em um consórcio.

1- Ausência de juros

Ao contrário do financiamento, o consórcio não possui cobrança de juros. É necessário apenas o pagamento da primeira parcela, que é deduzida no saldo devedor. O fato de não haver cobrança de juros é uma de suas principais vantagens. O que há na modalidade é uma taxa administrativa com valor fixo, que é diluída ao longo das parcelas. O valor cobre os custos de criação e manutenção do grupo.

A ausência de juros acontece porque não há empréstimo bancário envolvido no processo, pois o dinheiro é todo proveniente da contribuição dos consorciados. A administradora não faz a cobrança de juros por não emprestar dinheiro aos consorciados. Em outras palavras, o consórcio funciona como uma espécie de autofinanciamento, com o dinheiro vindo do grupo de integrantes, e, por isso, não cobra juros. 

Além do valor das parcelas que compõem o fundo comum, você precisará pagar algumas taxas solicitadas pela administradora para garantir o funcionamento do grupo. Algumas taxas são:

  • fundo de reserva: protege os consorciados em casos de inadimplência de algum membro do grupo. Quando ocorre o encerramento, estes valores são restituídos aos consorciados de forma proporcional.
  • taxa de administração: é paga à administração para fazer a gestão do consórcio.
  • seguro: a contratação é opcional e a administradora disponibiliza as opções de seguro de vida e de quebra de garantia.

Além disso, uma das exclusividades Bamaq é a ausência da taxa de adesão.

2- Investir em consórcio: não tem valor de entrada?

Uma das principais dificuldades para comprar um bem pode ser o valor da entrada. E esse é justamente um dos benefícios do consórcio, e que também torna a sua contratação mais ágil. Muitas vezes, encontra-se dificuldade de juntar uma grande quantia suficiente para a entrada e a compra torna-se inviável. Diferente de outras modalidades de aquisição, o consórcio não pede esse investimento antecipado.

Ao solicitar um crédito bancário para financiar a compra de um bem, é preciso dar uma entrada que, geralmente, equivale a 20% do valor dele. Se você optar por investir em consórcio, basta pagar a primeira parcela e você estará fazendo parte do grupo e poderá participar das assembleias e sorteios.

No consórcio as parcelas são fixas e o reajuste é feito anualmente, assim como o valor da carta de crédito. Isso permite que você comece com uma carta de valor menor a aumente se possuir disponibilidade financeira no futuro.

3- Flexibilidade nos planos

Os consórcios oferecem diversos tipos de planos, com prazos e créditos que se encaixam no seu bolso e você poderá reduzir, antecipar ou quitar parcelas através de lances. 

Além disso, com a carta de crédito em mãos você poderá adquirir seu imóvel à vista de acordo com o valor de crédito que tem disponível.  

Essa modalidade permite que o pagamento seja feito de acordo com a realidade de cada investidor, por isso oferece maior flexibilidade. Os detalhes do pagamento podem ser ajustados de acordo com cada cliente, com detalhes como a duração do contrato, reajustes e valor final recebido.

Esses ajustes proporcionam mais conforto para o consumidor, que pode contratar um consórcio sob medida para as suas preferências e necessidades, com total liberdade de escolha.

4- Redução da carga tributária ao investir em consórcio

A única taxa extra que o consórcio necessita é a de manutenção. Quando comparada ao IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e juros, que normalmente são cobrados por bancos, o valor é consideravelmente menor. Em outras palavras, ao final do contrato o que será pago será basicamente o que estava pré-estabelecido. 

No caso de financiamentos de imóveis, por exemplo, são cobrados juros de 9% a 10% por ano. No caso do financiamento de automóvel, a taxa pode ser de quase 27% por ano. Dessa forma, ao investir em consórcio se mostra uma boa opção por oferecer a redução da carga tributária.

5- Poder de compra à vista

Mesmo parcelado, o consórcio proporciona o pagamento do bem à vista. Apesar do consorciado pagar um valor mensal, quando chega o seu momento de ser contemplado, o valor é resgatado e entregue de forma integral.

Ou seja, ao chegar a hora de comprar o produto, o consorciado terá acesso ao seu valor integral, sem juros. Esse poder de compra à vista também oferece a possibilidade de conseguir um bom desconto no momento da negociação.

6- Investir em consórcio gera menos burocracia

Quando um parcelamento tradicional é realizado, há muitas etapas que precedem o início real do acordo. Vários documentos são analisados antes mesmo da análise de crédito. Após essa etapa, o financiamento pode ser aprovado e o bem é liberado ao comprador.

No caso do consórcio, que também é uma linha de crédito, é necessário atender a alguns pré-requisitos. É necessário comprovante de renda e alguns documentos. Por isso, a burocracia é bem menor do que a de um financiamento tradicional.

O consorciado é um investidor e, por isso, o seu comportamento no grupo de consórcios no período anterior ao recebimento da carta de crédito é uma espécie de análise de crédito. Com o investimento em consórcio, após os documentos serem confirmados e passarem pela análise de crédito, há a liberação ao cliente.

7- Período de pagamento prolongado

O consórcio proporciona um maior período para pagar as parcelas. No caso de financiamentos, o número de parcelas pode variar de 72 a 96 meses. Ao investir em consórcio, esse tempo pode ser até maior, dependendo do consórcio. E, claro, quanto maior o número de parcelas, menor é o valor pago mensalmente.

Vale lembrar, entretanto, que receber o crédito do consórcio não significa que o seu pagamento chegou ao fim. Ao ser contemplado em um dos sorteios nas assembleias ou ao fazer um lance, o consorciado pode receber a carta de crédito antes do término das parcelas e, por isso, em seguida, deve continuar pagando mensalmente como habitual.

8- Mais segurança ao investir em consórcio

O consórcio é uma modalidade de investimento segura e é regulamentado pelo Banco Central. Com a desvalorização da caderneta de poupança, ele se mostra cada vez mais uma boa forma de fazer uma poupança e aumentar o patrimônio. O valor investido fica guardado e é reajustado.

O consorciado possui rendimentos sobre o crédito contratado e, por isso, o consórcio também é considerado uma forma segura de investimento. 

9- Ajuda no planejamento financeiro

Muita gente encontra dificuldade na hora de cortar gastos extras e fazer um bom planejamento financeiro. Um consórcio torna-se um compromisso mensal. Por isso, ele também serve como um auxílio para estruturar o orçamento de forma mais organizada. Mesmo em momentos de instabilidade econômica, ele se mostra uma opção de continuar poupando, se planejando e adquirindo bens. Isso se dá por causa de pontos já mencionados anteriormente, como a isenção de taxa de juros e flexibilidade de pagamento.

A maioria das pessoas pode ter dificuldade para guardar uma quantia em dinheiro todos os meses para adquirir um bem. E o consórcio garante o comprometimento com o objetivo e, já que não é possível ter acesso ao dinheiro a qualquer hora, ele não pode ser usado por impulso. Além de aderir a um plano ao investir em consórcio para realizar um sonho, o consorciado também trabalha a sua educação financeira.

10- Duas chances de ser contemplado

Ao ser contemplado você deverá continuar pagando as parcelas do consórcio até que o grupo esteja encerrado. Por isso, antes de investir em consórcio, é preciso fazer um planejamento financeiro minucioso e que considere também todos os gastos com o bem após sua compra. 

Você pode ser contemplado de duas maneiras:

#Sorteios

Eles acontecem em assembleias mensais e podem participar todos os consorciados que estão adimplentes. 

#Oferta de lances

É uma ótima opção para adquirir o bem antes do prazo previsto. É ideal para quem tem uma reserva financeira e pode dispor dela para antecipar o recebimento da carta de crédito.

No caso dos imóveis, é possível utilizar o FGTS

Você pode utilizar o saldo do FGTS para dar lances, aumentar o valor do crédito, pagar parcelas, amortizar ou liquidar o saldo devedor. Neste caso, a operação pode ser feita pela administradora ou por uma instituição financeira indicada para realizar este procedimento. 

Preparado para investir em um consórcio?

Com tantas vantagens, o investimento em consórcio se consolida como uma forma de investimento, pois combina economia de recursos com rendimento. Ao ser contemplado, se o consorciado não resgatar o bem imediatamente, as parcelas rendem em um fundo de investimento. 

Agora você já sabe mais sobre diversos motivos para investir em consórcio ano que vem. Mas já sabe o que fazer após ser contemplado? Aproveite para baixar o nosso e-book “Fui contemplado pelo consórcio, e agora?“.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.