Veja as 5 vantagens de se quitar consórcio antecipado

Quitar consórcio antecipado é uma decisão que muitas pessoas até pensam em tomar, mas não sabem exatamente os impactos que tal escolha terá na vida financeira e na contemplação do bem.

Em geral, a antecipação de parcelas pode ser feita na ordem inversa, quando são pagas as prestações vincendas da última para trás, ou na ordem direta, conforme as datas de vencimento mais próximas.

Outra possibilidade é a forma diluída, pela qual o valor adiantado diminui proporcionalmente a quantia a ser paga nas parcelas mensais. Mais uma opção é a quitação total das parcelas, o que deixa o consorciado sem débitos com o grupo.

Agora que você conhece algumas possíveis formas de quitar consórcio antecipado, confira em seguida cinco motivos pelos quais vale a pena pagar o bem antes do término do grupo!

1. Flexibilidade no orçamento mensal

Quem busca adquirir um bem, como carro ou imóvel, por meio de consórcio, tem consciência de que tal aquisição é feita de modo programado. Afinal, quando o consorciado adere a um plano de compra, ele sabe de antemão o valor da parcela e o número de prestações.

Como consequência, a pessoa passa a ter um compromisso mensal que pode durar alguns anos, de acordo com a duração do grupo. Assim, quitar consórcio antecipado é uma maneira de ter maior flexibilidade no orçamento doméstico, já que a pessoa pode adquirir produtos ou serviços sem a preocupação de ter que pagar a parcela do plano.

Então, quem recebe uma renda adicional, como férias ou décimo terceiro salário, pode antecipar as prestações do consórcio e, com isso, liberar mais recursos para utilizar no orçamento do mês.

Além disso, tal estratégia permite um uso mais eficiente do dinheiro, já que, provavelmente, a renda extra teria sido gasta de uma só vez se não fosse utilizada para antecipar o pagamento do consórcio. Assim, com a sobra no orçamento mensal, a quantia que seria para a parcela do plano pode ser utilizada aos poucos e, desse jeito, a pessoa pode aproveitar promoções sazonais, como em datas comemorativas.

2. Diminuição do saldo devedor

Em geral, o valor que o consorciado precisa pagar num consórcio abrange a quantia a ser paga pelo bem ou serviço, a taxa da administradora, eventuais seguros etc. Tais itens são distribuídos proporcionalmente nas parcelas.

Assim, quitar consórcio antecipado é uma forma de diminuir o saldo devedor e se tornar mais próximo da propriedade do bem. Afinal, por mais que a pessoa tenha sido contemplada antes do fim do plano, inicialmente ela só tem a posse do carro ou do imóvel, já que a propriedade só vem com a quitação total do débito.

Dessa maneira, pagar o consórcio antecipado é um jeito de acumular patrimônio de modo mais rápido, uma vez que cada parcela a menos é um “pedaço” do bem a mais para o indivíduo. Além disso, se a pessoa tem o dinheiro e pode fazer a antecipação, tal atitude evita riscos futuros, como uma eventual diminuição da renda ou até perda do emprego.

Como o consórcio muitas vezes é chamado de “poupança forçada”, caso ocorra algum imprevisto no futuro, o valor pago até então faz parte do patrimônio da pessoa.

3. Possibilidade de dar lances

Quem pensa em quitar consórcio antecipadamente deve lembrar que o pagamento total das parcelas não é sinônimo de contemplação. Então, se a pessoa conseguiu juntar uma quantia significativa e quer ter a posse do bem mais rapidamente, uma maneira de antecipar as parcelas e ter o desejo de compra realizado é por meio da oferta de lances na assembleia do grupo.

Se essa é a sua intenção, saiba que antes é importante conhecer as regras do consórcio, já que pode haver casos de necessidade de lance fixo, com base num percentual do valor do bem, ou de existência de lance livre, pela qual a pessoa oferta qualquer valor.

No primeiro método, se dois consorciados oferecerem a mesma quantia, geralmente o desempate é por sorteio. Já no segundo caso vence quem dar o lance de maior valor. Vale lembrar que, conforme as regras do plano, existe um número determinado de contemplações por intermédio de lance em assembleia.

4. Opção de utilização do FGTS para consórcio de imóveis

Outro benefício de se quitar consórcio antecipado é a possibilidade de uso do saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para compra de imóveis. Nesse caso, o consorciado pode utilizar os recursos do fundo para ofertar lance, amortizar ou liquidar o saldo devedor do plano.

Ainda assim, existem alguns requisitos para se tomar tais ações, como ter três anos de trabalho sob o regime do FGTS, não possuir financiamento imobiliário ativo no Sistema Financeiro da Habitação (SFH), não ser proprietário de imóvel no município de residência ou onde exerce atividade profissional, entre outros critérios.

Como o dinheiro que é depositado na conta do trabalhador no FGTS só pode ser sacado em situações bem específicas, utilizar esse recurso para quitar consórcio antecipado é uma forma de conseguir tirar os recursos do fundo sem ter que ser demitido.

5. Liberdade no planejamento financeiro

Via de regra, o valor pago por um automóvel ou por uma casa ou um apartamento tem uma representatividade significativa na renda de uma família. Por isso, quem adquire um consórcio geralmente abre mão de outros desejos por certo tempo, para não correr riscos de passar por apertos financeiros no futuro.

Contudo, quando se opta por quitar consórcio antecipado, a família fica livre desse compromisso e pode planejar os objetivos de curto, médio e longo prazo com mais folga.

Lembre-se, por fim, de que, mesmo após o pagamento total do consórcio, só é possível pegar a carta de crédito em dinheiro após ter a cota contemplada ou o plano já estiver finalizado. Para cada uma dessas situações, o prazo é diferente para resgate do dinheiro, que pode variar de 60 a 180 dias.

Gostou dessas dicas sobre as vantagens de quitar consórcio antecipado? Compartilhe, então, este artigo nas suas redes sociais e ajude seus amigos a tomar a melhor decisão sobre o pagamento de consórcio antes do prazo!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

6 Comentários

  1. Como é calculado o valor final da carta depois de contemplada , se fiz a quitação através de débito do própria carta???

    1. Bom dia Clecio, tudo bem? Se sua carta estiver contemplada e haver saldo devedor para quitá-la, você pode solicitar o abatimento no saldo devedor no crédito a receber. O valor a receber será o valor do crédito menos o valor do saldo devedor que você quitou. 😉

  2. Bom dia, adquiri consórcio de moto nxr bros 160 Honda , via consórcio nacional Honda.
    Agora estou quitando o plano e minha surpresa é que na concessionária me disseram que o valor da carta de crédito está abaixo do valor atual da Moto….
    E se eu quiser terei que pagar a diferença…
    Achei estranho, pois já pago uma taxa de administração de 22%, que é um absurdo, entendo que faltou foi administração, pois compre o consórcio de 1 bem – moto nxr bross 160 e não de uma carta de crédito…
    Esta certo este procedimento ?
    Agradeço atenção

    1. Olá Paulo, sugerimos que procure a administradora para mais informações. 😉

  3. Adquiri um consorcio para comprar um carro, ja quitei quase todas as prestações restando apenas uma, seria possível eu receber a carta credito ?

    1. Olá Fernando, para receber sua carta de crédito é preciso ser contemplado na assembleia ou quando o grupo finalizar. Uma dica: O lance é um ótimo jeito de adiantar sua contemplação. Espero ter ajudado 😉

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.